sábado, novembro 18, 2006

Abelhas assassinas... cibernéticas


O governo Israelense está investindo em nanotecnologia (miniaturização de componentes) visando o armamento bélico do exército. Um grande número de projetos vem sendo debatido. Entre eles a super-luva que é um exoesqueleto que daria força sobre-humana ao seu usuário, bem como sensores para detectar produtos químicos usados em bombas com o intuito de se descobrir homens-bomba; e por final uma criação de um exército de abelhas biônicas com o intuito de espionagem e força tarefa o que inclui matar se for necessário.... Apavorante! Shimon Peres diz que os protótipos dessas armas serão apresentados até 2010.

Nenhum comentário: